Ocorreu um erro neste gadget

10/01/2016

Inauguração em Niquelândia marca nova fase das mulheres da AMURV

Publicada em 04/11/2014 às 17:31

Inauguração AMURV
Nem a chuva atrapalhou o evento de inauguração da central de abastecimento e beneficiamento que as produtoras da Associação das Mulheres do Rio Vermelho (AMURV), de Niquelândia (GO), conquistaram com o apoio do Programa ReDes. Pelo contrário, a água foi bem vinda e a animação também.
Mais de 150 pessoas, entre representantes do poder público, da unidade local da Votorantim Metais, parceiros e comunidade, foram conhecer a nova instalação e parabenizar a vitória das 25 mulheres que fazem o negócio ligado à agricultura familiar acontecer. O evento aconteceu na parte da manhã e foi organizado pelas próprias associadas da AMURV, que prepararam toda a cerimônia e o almoço para os convidados.
O assessor local do ReDes, Geovany Rodrigues, disse que isso fez toda a diferença para o sucesso do evento. “Elas foram muito cuidadosas em cada detalhe. Os agradecimentos foram emocionantes e a sobremesa foram os doces feitos por elas e que serão beneficiados na central”, contou.
Novos rumos
A inauguração marca uma nova fase para o empreendimento. Com a central equipada com forno, fogão industrial, balança e outras máquinas, e um anexo ao lado com escritório, almoxarifado e centro de convivência, as produtoras passam a ter toda a estrutura necessária para ganhar escala e novos mercados.
As verduras e legumes que saem da horta comunitária mantida por elas no assentamento do Rio Vermelho já são vendidos, in natura, para três supermercados da cidade. A ideia é beneficiar parte dessa produção, aumentar o número de estabelecimentos atendidos e passar a vender também produtos embalados com a marca da associação e  doces cristalizados, em barra, em pedaços e cremoso.
Para Zilda Luiza Sol de Lima, produtora e tesoureira da AMURV, a inauguração foi o resultado de um trabalho de união entre as mulheres, o ReDes e outros parceiros. “Estamos muito agradecidas. Nós olhamos a central pronta e ainda não acreditamos. É um sonho realizado para nós e toda a comunidade em que vivemos”, contou.
Zilda explicou que a associação vai passar a comprar verduras, legumes e frutas de outros produtores também. “Nossa horta e plantação caseira são o bastante agora. Porém, pensando no tanto que queremos crescer, vamos precisar de mais produtores para abastecer a central”, disse.
As mulheres aguardam agora a inspeção da vigilância sanitária para começar a operar. Enquanto isso, elas já recebem encomendas locais. “A inauguração foi muito elogiada, as pessoas não param de falar e querem comprar nossos doces. Estamos animadas demais. 2015 promete!”, finalizou.

Fonte: http://www.programaredes.org.br/inauguracao-em-niquelandia-marca-nova-fase-das-mulheres-da-amurv/

 Veja masi em : http://www.calameo.com/read/0039895751189ab92bbf2?authid=QRgJl9GiJYsS